Meus blogs

Quem sou eu

Minha foto
Sou uma pessoa em construção! A cada dia, mais um pedaço de mim fica pronto para a vida...

terça-feira, 5 de abril de 2011

Cochonilhas



. . Conhecida pragas das plantas ornamentais, a cochonilha pode-se apresentar em formas que nem lembram insetos. Controlar o seu ataque significa salvar as plantas vitimadas.
A planta está definhando e não há sinal de doenças ou pragas. Apenas algumas casquinhas aderidas e há muito tempo imóveis, tentando disfarçar sua presença. Estes seres vivos menos suspeitos é que, na verdade, são os responsáveis pelo problema da planta. Pertencem à Classe dos insetos, são chamados de cochonilhas e dentro da classe são classificados como Homopteras, tendo como parentes próximas as cigarrinhas, as cigarras e os pulgões.

São sugadores implacáveis, roubam seiva o tempo todo da planta atacada e são bastante diversificados, pois há mais de 32.000 espécies de Homopteras já descritas.

Variações nas formas e cores

Em razão da presença de glândulas que produzem secreção cérea (de apsecto pulvurento) ou que lembra seda e placas, as cochonilhas possuem foremas que nem lembram semelhança com insetos.

Há cochonilhas de placas (Orthezia, Icerya e Saisseta) que atacam flores e folhagens, outras lembram um minúsculo mexilhão ou uma cabeça de prego (as cochonilhas Chrysomphalus que atacam roseiras)
Ainda existem algumas que quando atacam dão a impressão que a planta ficou caida (como por exemplo, o ataque de Aulacaspis rosae)

No entanto, nem todas são pragas. Há cochonilhas que em razão da produção de substâncias do tipo "laca" fornecem corantes ou vernizes, há algumas que fornecem substâncias medicinais e outros materiais.

Desconfiando do ataque de cochonilhas

Árvore que chora não é milagre e pode ser ataque de cochonilhas, pulgões, cigarras e cigarrinhas. Como estes insetos sugam continuamente a planta, o "choro" pode ser demorado.

Folha amarelecendo e com "casquinhas" grudadas é quase sinal certo de ataque de cochonilhas. A presença de formiga louca por substância adocicada pode ser resultado da presença destes sugadores e a formação de um "pozinho escuro", denominado fumagina, também é indicação de ataque dos sugadores.


Controlando-as


Inimigos Naturais: As joaninhas são predadoras de cochonilhas e de outros Homopteras como os pulgões. Elas deveriam ser consideradas como "animais sagrados" nas plantações.
Controle Químico: Nas lojas de produtos agropecuários, o engenheiro agrônomo pode indicar o produto recomendado.
Controle Natural: Óleo Mineral com sabão:

• Óleo mineral leve... 4 litros;

• Sabão....500 gramas;

• Água.... 2 litros

Cortar o sabão em pedaços e dissolver na água quente. Adicione o óleo mineral aos poucos, até a total homogeinização. Aplique na forma de pulverização, dissolvendo o produto em 100 litros de água.

Marcos Roberto Furlan. Revista Tempo Verde, ano XX, Nº 150.fev-Março/97. Pág. 15.


Um comentário:

Nathália Vitorio disse...

Você já testou esse método de tratamento com óleo mineral e sabão??

Não faz mal a planta?

Se a planta apresentar muitas cochinilhas é melhor desprezá-la?

Esse método serve para orquídeas?

Obrigada

Velas de aniversário exclusivas !